A SUSTENTABILIDADE DAS ROCHAS NATURAIS por Araciene Pessin

Diferentemente do que o mercado popularmente propaga, a rocha ornamental é um produto sustentável. O homem faz uso das rochas em seu benefício desde os primórdios e a própria origem natural das rochas, dispensando a incorporação de materiais poluentes em sua estrutura já a coloca em posição ímpar.

No processo de beneficiamento das rochas, temos a extração com o uso das máquinas de fio diamantado no desmonte dos blocos rochosos, aumentando significativamente os índices de aproveitamento da lavra; na serragem dos blocos rochosos, houve grande avanço com o desenvolvimento de máquinas de multifios diamantados, que impactaram positivamente ao transformar blocos em chapas com considerável redução no volume de resíduos gerados, e também permitiram o desdobramento de blocos de rochas de estrutura complexa, que até então mantinham-se inexplorados; nos processos subsequentes de polimento, corte e acabamento, por serem processos pouco intensivos, que apenas lapidam e dimensionam a rocha sem alterar sua composição, temos o reuso da água, os insumos não-poluentes, e assim, o processamento se mantém alinhado às questões ambientais.

As rochas que tornam-se resíduos ao final do processo de produção são utilizadas para pavimentação de vias em forma de placas ou britas, e seus resíduos finais podem ser utilizados no processo de rochagem, que consiste em triturar a rocha para pulverizar na agricultura o pó da rocha, levando às plantas, os minerais que precisam para se desenvolverem, promovendo assim uma revolução verde em nosso país.

No que tange a análise do ciclo de vida, a rocha ornamental se auto valida pelas obras realizadas ao longo dos séculos e que ainda permanecem para provar o quanto as rochas são duráveis e resistentes, e assim, podemos afirmar que diante do atual cenário de obsolescência dos bens materiais, as rochas se consagram por serem eternas. 

As rochas ornamentais, portanto, são produtos sustentáveis e produzidas em processos sustentáveis. Sua estrutura natural aliada ao seu ciclo de processamento, que se fecha por completo, retornando seu resíduo final de forma benéfica para própria natureza, proporcionam menor custo ambiental para o planeta e colocam as rochas ornamentais brasileiras em posição de destaque como opção sustentável para serem utilizadas nas mais diferentes formas de aplicação na construção civil mundial.

Sistema de Polimento com Reuso da Água
Jazida com Melhor Aproveitamento do Maciço Rochoso
Sistema de Reuso da Água com Prensagem da Lama Abrasiva Gerada no Processo de Serragem, Polimento e Corte

Araciene Pessin